quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Museu do VHS


"A proposta do blog é juntar o maior número possível de informações e principalmente capas de filmes em VHS lançados por aqui na época áurea do formato. O MUSEU DO VHS, é um blog composto por fãs que desejam preservar a memória dos VHS.E COMO FAZER ISSO? Através das figuras escaneadas das capas de VHS; Informações sobre as Distribuidoras que existem e as que já não existem mais; Vídeos exclusivos; Informações sobre títulos nacionais que tais filmes receberam no Brasil; E eventualmente resenhas sobre alguns filmes. A intenção primordial do blog é a de catalogar através de imagens o maior número possível de capinhas de filmes! Damos preferência àqueles filmes obscuros que foram somente lançados em VHS, mas é claro que outros irão aparecer. A intenção é preservar as artes das capinhas de VHS brasileiras e com isso a memória dos VHS em geral! (Valem todos os gêneros até os filmes pornôs!)"

http://museudovhs.blogspot.com/

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Cyborg, il guerriero d'acciaio / Cy Warrior / Cy Warrior: Special Combat Unit (1989)

Já fazia um bom tempo que me passava uma idéia na cabeça de querer escrever sobre esta pérola dos filmes ruins e que era exibido com frequência pela TV Bandeirantes lá pelos anos 90, mais precisamente no ano de 1993, quando eu tinha os meus 13 anos de idade!!


A idéia de escrever ou colocar algumas palavras neste blogger sobre o filme foi se desenvolvendo ao longo do tempo, mas nunca tive a oportunidade de rever, já que a nossa querida emissora simplesmente parou de passar esses filmes que faziam a festa da garotada nessa época.
E foi fuçando na internet por esses dias que eu consegui descobrir o nome original do filme que era intitulado nas tardes da Band como Unidade Especial de Combate, não sei ao certo se antes do título em português vinha o Cyborg!!!
Olha uma fotinha do nosso amigo Cy!!! Tá parecendo o Fantasma da Opera!!! HAHAHAHAHAH!!!!


Isso é que era pura diversão!! Alguém acha que uma criança de treze anos de idade iria se importar pela história de um filme!!! Era tiro, tiro e mais tiro, sangue jorrando na tela!! Isto em plena tarde em um canal aberto!!!
Tosquera Pura!!!



Agora vamos parar de lenga-lenga e vamos a história do filme ou se é que podemos chamar isso de história!!!

Cy-Warrior é o nome de uma máquina de guerra inteligente que foge de um navio da marinha americana, iniciando uma destruição. É uma espécie de ciborgue, meio homem meio máquina, que passa a ser caçado por uma unidade especial do exército.
Uma pérola dos filmes B, dirigido por Giannetto de Rossi que fizera parte do Departamento de Maquiagem do filme Zombie 2, dirigido pelo "MESTRE DO GORE", Lucio Fulci em 1979.
Não podemos deixar de lembrar que Giannetto de Rossi foi também o responsável pela direção de maquiagem e efeitos especiais do filme Haute Tension, filme de estréia do ótimo Alexandre Aja
Uma verdadeira aula de como se fazer um filme de baixo orçamento em apenas 4 dias, uma reminiscência do filme O Soldado Universal que viria anos mais tarde com Exterminador do Futuro.
O filme foi distribuído aqui no Brasil pela A.B Vídeo.
Olha o poster filme!!!!


Lembrando também que lá fora foi lançado um DVD Uncut versão do diretor em formato widescreen.
Dêem uma olhada no Cover do DVD.


Só aqui na porcaria do nosso país que não sai um filmaço destes!!!
Um verdadeiro e legítimo filme B italiano!!
Disponível para download em formato Xvid no site de compartilhamento de filmes cults, raros e obscuros: Cinemageddon.




CYBORG – UNIDADE ESPECIAL DE COMBATE (Cyborg, Il Guerriero D'Acciaio)
Itália/ 1988 (Fulvia Film)
Direção: Giannetto de Rossi
Produção: Fabrizio de Angelis
Roteiro: Gianetto de Rossi e David Parker Jr. (Dardano Sacchetti)
Fotografia: Giovanni Bergamini
Música: Lanfranco Perini
Duração: 88 minutos
Com Frank Zagarino, Henry Silva, Sheri Rose, Brandon Hammond, James Summers, Bill Hughes.








segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Sergio Corbucci - Il grande silenzio AKA The Great Silence (1969)

A história dos westerns spaghettis nunca seria a mesma se nunca houvesse sido filmada esta grande obra dirigida por Sérgio Corbucci, o mesmo diretor de grandes filmes como Navajo Joe e Django.
Uma obra que ficou marcada como um dos melhores e mais influentes euro-westerns já feitos.
A história gira em torno de um bando de assassinos que ganham a vida matando foras-da-lei e ganhando dinheiro em cima de suas cabeças.
Até um dia em que Pauline, com seu marido assassinado pelo bando, pede justiça ao pistoleiro chamado Silêncio, interpretado magnificamente por Jean-Louis Trintignant.
Aí então nossa história se desenrola em um clima de extrema violência em um Oeste imoral e sem honra, onde os valores dos bons e dos maus se invertem, fazendo o espectador pensar até onde leva a ganância do ser humano.


Não podemos deixar de citar também a belíssima trilha sonora composta por Bruno Nicolai e nosso querido e grande gênio Ennio Morricone.
Uma fotografia gélida fotografada por Silvano Ippoliti, que tira ótimo proveito dramático da paisagem invernal e de Trintignant e Kinski.
Apesar da lentidão um filme vigoroso nas suas belas imagens!!!





Informações Técnicas
Título no Brasil: O Vingador Silencioso
Título Original: Il Grande silenzio / Le Grand silence / The Great Silence / The Big Silence
País de Origem: França / Itália
Gênero: Faroeste
Tempo de Duração: 105 minutos
Ano de Lançamento: 1969
Estúdio/Distrib.: Ocean Pictures do Brasil
Direção: Sergio Corbucci



domingo, 29 de agosto de 2010

Acervo Atualizado

Mais uma leva de filmes acaba de chegar para deixar meu acervo atualizado, são eles:

Scarface (Brian de Palma) + Scarface (Howard Hawks)























Ajuste Final (Coen Brothers)






















Sem Destino (Dennis Hopper)






















Drácula de Bram Stoker (Francis Ford Coppola)






















Os Bons Companheiros (Martin Scorsese)






















Taí a compra da última semana, filmes que eu já tinha mas com edições bagaçadas!!
O primeiro filme Scarface eu tinha em uma versão simples sem nada de extra.
O segundo item eu havia visto uma vez em uma fita VHS gravada da Rede Globo e não vi o final porque a gravação tinha acabado e fiquei sem ver o end finale!!
O que falar do grande filme, ícone contracultural da década de 70, tinha uma cópia feita a partir da matriz original e dei para um colega. Agora tenho ele finalmente originalzão!!!!
Os últimos itens nem precisa dizer nada!!

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Agradecimento

Eu gostaria de agradecer ao Ronald do ótimo blogger Dementia 13 por ter linkado meu blog junto ao dele!!!
Valeu!! Ronald!!
Muito obrigado!!

domingo, 11 de julho de 2010

Fazia tempo.................

Há quanto tempo não postava nada no meu blog de m.......!!
Hoje eu tomei coragem depois de ter caído no ostracismo!!
Mas eu hoje eu estou feliz pois achei para comprar na internet filmes dificílimos de serem achados!!
São eles:


Este filme dispensa comentários como uma das melhores adaptações de H. P. Lovecraft para o cinema.
Clássico oitentista dirigido por Stuart Gordon que viria a fazer uma homenagem ao filme A Noiva de Frankenstein com outra sequência deste filme original A Noiva do Re-Animator em 1990.



Esta obra é do mestre Carpinteiro refilmagem (mais homenagem) ao filme The Thing From Another World de 1951.
Também despensa comentários como um dos melhores filmes de terror da década de 80.


Este outro filme aqui é uma obra-prima contemporânea, se igualando a outro filme ótimo dirigido por Robert Altman (Short Cuts - Cenas da Vida). 
Uma verdadeira aula de cinema, um mosaico da vida moderna com histórias paralelas que vão se cruzando no decorrer do longa.
Ótima indicação!!
Vale a pena!!!


segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Hoje eu recebi minha cópia do livro "Cemitério Perdido dos Filmes B".
César Valeu pela contribuição dessas verdadeiras pérolas do cinema!!!
Consulta obrigatória para áqueles que prezam bons filmes perdidos e obscuros!!!

Filmes da Semana




O cinema é uma arte que subverte.
Certos momentos dentro dessa arte o telespectador é congratulado com certas pérolas que dificelmente (eu disse dificil, é mais do que difícil) são encontradas em locadoras convencionais, sendo que a maioria apela para os Blockbusters da vida e assim conseguem manter sua clientela sempre feliz.
O outro lado do cinema é justamente o mais prazeroso: o de poder buscar películas pouco conhecidas ou aquele título obscuro que nunca ninguém ouviu falar.
Dessa arte poucos são os que contemplam o verdadeiro entendimento do que é, e como o o cinema realmente é feito.
No domingo (07/02/2010), eu pude presenciar duas pérolas esquecidas sobre este universo do qual o cinema faz parte.
Dois filmes me fizeram viajar diretamente para a década de 80. Um intitulado Prefácio da Morte dirigido por Tibor Takacs (mesmo diretor de o Portão II) realizado no final da década de 80, mais precisamente em 1988 e o outro do começo da década O Intermediário do Diabo (The Changeling dirigido por Peter Medak).
Posso dizer que os dois filmes possuem uma atmosfera semelhante, trilha sonora belíssima, enredos que prendem do começo ao fim com atuações muito convincentes.
No primeiro filme mulher é transportada para um universo cheio de mistério ao ler um livro intitulado I, Madman (Eu, Louco) na qual realidade e fantasia se misturam, jogando com a estética da metalinguagem. Na medida que a mulher vai lendo o tal livro assassinatos semelhantes aos do livro vão ocorrendo onde um maluco com cara desfigurada (parece o Darkman com O Fantasma da Ópera)comete assassinatos em série, na mesma cidade onde a tal mulher mora.
Filmes desse nype são raros de serem encontrados atualmente, sendo que a maioria dos filmes lançados possuem o mínimo de história e toneladas de efeitos.
São filmes assim que nos fazem ficar sentados na poltrona e ver até o fim.
Aquele gostinho de querer mais quando o filme acaba é o que mais nos agrada, cinéfilo e amantes da verdadeira arte cinematográfica.
Claro que esta análise é de um filme B, não podemos fazer analogias com os grande filmes que marcaram época, mas filmes assim marcaram uma geração que nunca mais teremos.
No segundo filme The Changeling (1980), o roteiro foi um dos melhores para um filme desse porte (ver As Duas Vidas de Audrey Rose de Robert Wise com a mesma temática).
A câmera sempre com angulações abertaa, o traveling da cena onde o tecla do piano é acionada pelo espirito do garoto, tudo muito meticulosamente bem feito.
Peter Medak nos proporciona uma verdadeira tour de force em um filme que nos apavora do começo ao fim.
A história gira em torno de um compositor que perde mulher e filha em um acidente de carro e que depois de um certo tempo vai morar em uma casa que supostamente ocorreu um assassinato de um garoto.
Misturando politicagem e espiritismo o resultado final é uma dos melhores da década de 80.
Vale a pena assisti-los para nos garantir de como o cinema é realmente é feito e só nos resta a salvação de nenhum louco de Hollywood querer ter a idéia de realizar um remake dessas duas verdadeiras pérolas do cinema de suspense.
Viva a décade de 80!!!!

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010