sábado, 9 de novembro de 2013

The Rambler (2013)

Sabe aquele filme que você vê o cartaz mas não dá nada para o filme, aquele tipo de prejulgamento que todos fazem com diversos filmes, mas aí no desenrolar da história você vai se identificando com a película e no auge do filme você para e diz: putz como é que eu não vi esse filme antes.
Pois bem, agora imaginem: "Caos e subversão impregnados na tela como se fosse uma pintura de Bosch, loucuras e insanidades mostradas de forma nua e crua, criando uma atmosfera Lynchiana de pesadelos, devaneios, loucuras e insanidades.
Agora mistura bem no liquidificador com referências aos filmes do Cronenberg, e o que temos como resultado final: um dos filmes mais malucos já feitos, um "road-movie surreal" e as referências não param, em um ponto surreal do filme quando nosso personagem está vagando pela rodovia a procura de carona, um velho num táxi acaba acolhendo e falando mais que a boca e fica dizendo que adora o filme Frankenstein do James Whale e que adoraria ver o filme em Technicolor.
Nosso personagem, é um cara sem muitas palavras agindo de forma fria, ás vezes lembrando o estereótipo do "Homem sem nome", mais uma referência aos filmes do Sérgio Leone. Mais uma coisa doida que o filme apresenta é um velho que com seu carro caindo aos pedaços, vagando de cidade em cidade atrás de cobaias para fazer parte do seu experimento, ele tem uma espécie de um aparelho em que as pessoas usam um capacete e que é capaz de gravas em VHS os sonhos das pessoas.
Essa obra que desafia as leis da física é brilhantemente dirigida pelo mesmo diretor de um dos segmentos do filme VHS de 2012, "Tape 56" de Calvin Reeder, que ao mesmo tempo dirige e assina o roteiro. Um filme destinado para um público de gosto refinado.

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Pérolas do Pornô da década de 90



Sem tempo para postar há mais de 2 meses e também sem saco para atualizar esse blog, vou postar hoje dois cartazes de filmes pornôs estrelados pela minha eterna musa: Krysti Lynn, dona de uma busanfa que deixa qualquer uma nos dias de hoje no chinelo!!!
Dois filmes que eu alugava demais quando pirralho, e como alugava e aproveitava!!!
Olha os nomes das gatas dos dois filmes:  

Bianca, Yvonne, Suzie Matthews, Sydney Dance, Veronica Hall, Krysti Lynn, Debi Diamond, Tammi Ann, Evan, Rebecca Wild, Kaitlyn Ashley, Ariana.

Krysti Lynn, Beckie, Jasper, Sheena, Trixie Tyler, Alex Jordan, Mona Lisa, P.J. Sparxx, Sydney, Anna Malle, Tara Gold, Heather St. Clair, Danyel Cheeks, Nicole Lace.


Coisa linda essas duas preciosidades vindas dos vindouros anos 90!!

Abaixo segue dois clipes de cair o queixo!!!




Quem disse que isso não é arte?? Deleite para os olhos!!!

sábado, 27 de julho de 2013

Giallo Moods: Music for Murder!!



Galera que acompanha o blog, hoje vou deixar um presente para vocês!!
Uma postagem especial compilada pelo blog Purple Zombie Dj, uma verdadeira odisseia em três volumes de temas de filmes do subgênero "Giallo".
Totalmente Imperdível!!





Giallo Moods Vol. I         Giallo Moods Vol. II          Giallo Moods Vol. III



Senha para descompactar os arquivos: purplezombiedj


segunda-feira, 17 de junho de 2013

Frightmare a.k.a Horror Star (1983)

 Mais uma obra obscura vinda diretamente dos anos 80, um filme para se assistir com sorriso nos lábios, época maravilhosa que nos propiciou grandes filmes do gênero horror, mais uma vez em destaque aqui no blog.
Dirigido por Norman Thadeus Vane em 1981, diretor que em sua curta carreira dirigiu apenas 7 filmes, e argumento do próprio Norman, nossa história é uma homenagem clara aos grandes ícones do horror mundial, mais especificamente aos grandes filmes de horror que a Universal fez na década de 40 e 50.
O que nos chama muito a atenção nessa película é o tom fantasmagórico que permeia todo o filme, com uma trilha sonora digna de filmes desse gênero e sua fotografia em tons escuros.
O destaque também fica por conta da direção segura de Norman que não deixa a peteca cair nos seus 86 minutos de duração.
Possuindo mais um título de nome homônimo a um filme da década de 50, foi lançado na Grã-Bretanha e na Irlanda do Norte como Body Snatchers.


Categorizado como um slasher sobrenatural, nossa história gira em torno de um grupo de estudantes que decidem fazer um tributo a sua estrela favorita de cinema, roubando seu corpo da sepultura. Mas ao violarem seu túmulo, liberam uma força poderosa, envolvida com magia negra.
Dentro desse subgênero sabemos que rola muitos clichês, clichês que vão desde o óbvio até aquele mais babaca possível, mas isso não tira o charme do filme.
Um momento muito cool do filme é a atuação do nosso ator principal, lembrando as figuras mitológicas do Horror como Cristopher Lee e Vincent Price, dois monstros do terror.
E lembrando também que é o primeiro filme do Jefrey Combs, figurinha carimbada em filmes de terror como Do Além, Re-Animator ambos dirigidos por Stuart Gordon.

Uma coisa muito engraçada lendo os forums pela Internet é que a maioria das pessoas dizem que o filme foi decepcionante simplesmente pelas péssimas atuações e pelas frequentes cenas de mortes serem iguais umas ás outras. Isso não influencia em nada nossa história, uma vez que estamos a frente de um slasher. Existe subgênero mais clichê que esse?
Mais um momento interessante do filme é que quando ocorre o funeral do nosso ator principal, dentro da cripta, tem uma TV que aos poucos ele vai aparecendo e vai mandando mensagens aos nossos atores secundários, que vão morrendo um a um.
Chega de lenga-lenga!! 
O filme vale muito a pena ser assistido com total descomprometimento, é um baita de um passatempo em um final de semana chuvoso!!!


sexta-feira, 24 de maio de 2013

Anos 80: A década mais prolífica dos filmes de Horror.


Infelizmente,a parte 2 foi retirada do Youtube por Direitos Autorias. No mais, é uma bela coletânea dos melhores filmes de horror dessa década. A década mais prolífica e original que já existiu dentro desse gênero. Filmes como Night Of The Creeps, Madman, The Mutilator, Killer Klowns from Outer Space e vários outros filmes listados nesses trailers fizeram moda e ao mesmo tempo a cabeça de muita gente nessa época, se tornando filmes de culto ao longos dos anos.

segunda-feira, 29 de abril de 2013

Something Is Crawling in the Dark (1971) aka Qualcosa striscia nel buio: Uma viagem soberba ao mundo de um giallo-sobrenatural

Baixe com SuperLinksBR


Uma delirante viagem ao mundo do Giallo-Sobrenatural, essa obscura película é marcada por momentos arrepiantes e um clima fantasmágorico incrível, foi dirigida magnificamente por Mario Colluci, diretor e rosteirista respectivamente, em filmes como "Um Homem, Um Revólver, Uma Vingança" de 1968, e como roteirista em A Morte Paga com Dólares de 1967 dirigido por Miguel Iglesias.
Nosso filme começa de forma eletrizante logo nos créditos iniciais, mostrando uma perseguição de carros em meio a uma tempestade. 
Nossos pesonagens contam com um detetive junto com seu axiliar perseguindo um carro em alta velocidade atrás de um psicopata interpretado por Farley Granger, marido e mulher em trajes elegantes indo até a uma festa e um médico com sua assistente, e por final o personagem mais enigmático do filme: Prof. Lawrence brilhantemente conduzido por Angelo Francesco Lavagnino, figurinha carimbada em filmes do Orson Welles como Otello de 1952 e Falstaff - O Toque da Meia Noite (1965).
O ponto de partida de nossa história, se passa em uma mansão isolada no meio do nada, onde nossos personagens sem comunicação e com um toró caindo, permanecem ali no local, lembramo-nos de que na casa também temos mais dois personagens, um cara meio excêntrico e uma mulher que fica a maior parte do filme com os peitos de fora.
O que ninguém sabia era de que antes do novo morador, havia residido ali uma das mulheres mais lindas que já existiu, "Lady Sheila Marlowe", morta em sua mansão. Lembrando em alguns momentos o filme Laura de 1944, onde a figura mostrada em um quadro causa um certo fascinio por todos. 
Sabendo desse fato ocorrido, uma sessão espirita é feita afim de se comunicar com o espírito de Lady Sheila, aí é que o negócio começa a pegar fogo realmente, criando um dos finais mais apavorantes e criando uma tensão sem precedentes a quem assiste ao filme.

sábado, 20 de abril de 2013

Alien Abduction: Incident in Lake County (1998)



 Depois do enorme sucesso e grande repercussão no começo dos anos 80, Ruggero Deodato com seu infame Cannibal Holocaust (1980) imortalizou o estilo, criando um legado que 19 anos depois viria a ser popularizado com o enorme sucesso de marketing que foi criado pela Internet na época em cima do filme a Bruxa de Blair (1999).
Não podemos deixar de lembrar que um ano antes de ser feito o filme dirigido por Daniel Myrick e Eduardo Sanchez, extamente em Janeiro no ano de 1998, foi produzido um "found footage" intitulado "Alien Abduction - Incident in Lake County" que aqui no Brasil foi batizado de Estranhas Criaturas!!!
Com locações no Canadá, nossa estória começa em um lindo dia de Ação de Graças, mostrando uma tipica familia norte-americana celebrando este dia que viria a ser fatídico na vida delas!! Certa hora, num lugar distante da cidade algo inesperado acontece, um tipo de blackout, a energia da casa acaba os deixando sem comunicação por rádio ou algo do tipo. É aí que começa de fato a acontecer coisas misteriosas!!
Claro, que quando vem o termo "Found Footage" em mente, óbvio que nos será mostrado um fdp com uma câmera na mão registrando todos os acontecimentos!!
Rapidamente, o machão da familia mais nosso cameraman e um outro individuo vão até o disjuntor da casa para ver que o que ocorrera, nisso, nossos "heróis", veem o transformador de energia pegando fogo e o que eles nunca esperariam ocorre, a falta de energia fora causada por um OVNI ou UFO, como queiram melhor chamar.
Logo, eles percebem alguma movimentação no quintal onde seres estranhos comecam a fazer um certo procedimento em uma vaca!! Isso tudo sendo mostrado de forma clara, nem parecendo ser um estilo próprio de "found".
O único problema é quando os seres são focalizados, ocorre um processo inverso: a desfocalização, não conseguimos ver com clareza o aspecto desses et's.
Ok!! Onde quero chegar com tudo isso?? Vamos fazer assim: rapidamente os seres veem a intromissão destes trastes, disparam um raio vermelho machucando a mão de um de nossos personagens.
A partir daí todo o restante do filme se passa no interior da casa, parecendo mais um estilo teatral do que própriamente um filme, uma mulher fica marcada e as demais acabam entrando em pânico, atores que não são bem atores, super-hiper-canastras, uma velha que não para de beber, depoimentos de pessoas esclarecendo sobre os fatos do filme, e uma menininha para de lá estranha!!
Elementos estes que nos dá uma dimensão da tensão que causa a quem assiste!!
 Pelo título do filme nos é dado uma idéia de como será o desfecho de nossa película em análise, não preciso dizer mais nada, tudo dica subentendido.
Vale também como um documentário muito intrigante, nos indagando se realmente isso ocorreu ou não!!
Vale dar uma olhada!!






sábado, 9 de fevereiro de 2013

Spookies a.k.a Renascidos nas Trevas (1986) - Um filme trash imperdível perdido no tempo


Os filmes trash na década de 80 foram lançados aos montes, uma verdadeira enxurrada desse subgênero praticamente tomou conta nesse périodo.
Essa pérola perdida no tempo, não sei se foi lançado aqui no Brasil em VHS, não fica longe das melhores produções Trash da época.
Com um fiapo de história, se isso é o que importa em filmes nesse naipe, é um verdadeiro deleite para os fãs do gênero onde não faltam citações de filme anteriores e até filmes que viriam a ser feitos posteriormente.
Agora imginem um filme onde tem de tudo: uma loira gostosona que não tira a roupa o filme inteiro, um feiticeiro no fim do pito, um lobigatozomen, zumbis, bruxas, um vampiro mirim (sim, é isso mesmo uma criança vampiro muito bizarra), monstros feitos de merda, uma criatura que anda com um foice em forma cadavérica (foto abaixo) e imaginem a melhor cena do filme inteiro: uma Japa se transformando em uma aranha, impagável recriação da cena de transformação do filme dirigido por John Landis, Um lobisomem americano em Londres de 1981.


 Duas cenas impagáveis marcam também a película: uma clara homenagem a transformação de uma das personagens em demônio, caracterização semelhante a usada em a Morte do Demônio de Sam Raimi e a outra a do menino sendo enterrado vivo no inicio do filme!!!


Dirigido por  três mãos, dois diretores creditados e um não nossa história gira em torno de um um grupo de jovens curiosos que se metem em encrenca quando decidem explorar uma velha mansão. Eles achavam que o lugar estivesse vazio mas logo iriam descobrir que o lugar é habitado por um maligno feiticeiro que irá usar magia negra e sacrificios humanos para reviver sua noiva que está em coma.
Uma verdadeira junção de recortes de dois filmes que se transformaram em um, um intitulado Twisted Souls um filme que não viu a luz no fim do túnel pois seu diretor fora demitido antes do filme acabar e um outro intitulado Were Cat retomado em 1985 por um novo diretor.
O filme original, com os jovens indo até a casa, é extremamente sem nexo nenhum, com péssimas atuações e ótimos efeitos especiais, com até alguns stop motions. O segundo, as cenas que fizeram para tapar os buracos, é o que torna tudo completamente ridículo: o 'lobigatosomen' (?) perambulando pela casa fingindo estar segurando a porta, os diálogos/monólogos do velho avulso, é uma tosquice tão grande que fica impossível não se divertir com tanta coisa ruim junta. Sem falar na falta de criatividade da Trilha Sonora,  pecebam que a trilha acentua o filme inteiro a todo minuto e a total picaretagem dos atores, ruins ao extremo!!
Lembrando que nos States essa pérola foi lançada em DVD.


Uma excelente review foi feito pela Cine Massacre, segue o video abaixo para quem quiser mais algumas informações sobre o filme.

 

Um autêntico trash movie de alta qualidade para amantes desse subgênero!!!

sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Un bianco vestito per Marialé a.k.a Spirits of Death (1972) - Um Gialli raríssimo a ser descoberto


Um giallo raríssimo com uma trilha sonora soberba regida por Bruno Nicolai e regia de Romano Scavolini.
Essa bela obra possui três versões, a versão Italiana (Cut Version) com 84 minutos, uma versão lançada na França com 90 minutos e a versão original que fora lançada em Agosto de 1973 com 92 minutos.
Originalmente o filme foi lançado na Itália em 30 de Novembro de 1972.
Essa pérola também é conhecida como A White Dress for Marialé, a versão dublada nos Estados Unidos, Exorcisme tragique cujo poster belga consta o mesmo nome em Francês, Exorcisme tragique - Les monstres se mettent à table e na França lançado com o título anteriormente mencionado.
A película imita em muitas partes os filmes do mestre Mario Bava, mas não chega nem perto de suas obras.
A história gira em torno de uma mulher temperamental e enigmática, esposa de um Marquês que convida um grupo de pessoas para sua fortaleza sinistra onde um crime há muito tempo aconteceu. 
O diretor Romano Scavolini em 1981 dirigiu o famigerado Nasty Movie "Nightmares in a Damaged Brain".



Segue abaixo um clipe com belissima trilha de Bruno Nicolai